Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

9 de maio de 2012

Sem blindagens, a CPMI do Cachoeira pode ser inicío de uma 'faxina'

  • Uma coisa que se observa no início dos trabalhos da CPMI do Cachoeira é o esforço do Governo mobilizando sua 'base aliada' para fazer com que as investigações, além do senador Demóstenes Torres e da Delta Construções,  fiquem restritas ao governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), ambos da oposição, admitindo que se chegue até ao governador de Brasília, Agnelo Queiroz (PT), deixando de lado políticos e autoridades que tenham algum tipo de implicações com os negócios do 'empresário da contravenção' Carlinhos Cachoeira no restante do território nacional, em especial no Estado do Rio de Janeiro, particularmente o governador Sérgio Cabral (PMDB), amigo do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff, depois de exaustivamente comprovada suas ligações com Fernando Cavendish, agora ex-presidente da Delta, empresa que se sabe ser detentora de cerca de R$ 1 milhão e 500 mil em contratos, alguns conseguidos com estranha dispensa de licitação;
  • Em meio a tudo isso, vemos o presidente nacional do PT, Rui Falcão, revelando que o objetivo da CPMI seria, além de 'detonar' Marconi Perillo, um desejo pessoal de vingança de Lula, o que serviria também para provar o o Mensalão do PT era uma farsa. Há ainda no Senado um Conselho de Ética que tem nomes como os de Renan Calheiros (PMDB-AL), Gim Argello (PTB-DF) e Romero Jucá (PMDB-RR). Também da CPMI do Cachoeira encontramos o senador Fernando Collor (PTB-AL), além de outros parlamentares com algumas pendências na Justiça. No caso da Comissão de Ética ainda há o risco do plenário do Senado absolver Demóstenes, visto que a votação ainda é secreta;
  • Em resumo, todos os 'malfeitos' praticados por ministros, parlamentares e autoridades podem ser considerados como crimes bastante graves, pois ao desviarem para suas contas o dinheiro do povo destinado à Saúde, de certa forma estão matando crianças e idosos. Quando desviam recursos destinados à conservação de estradas, também estão matando adultos que produzem para o país, o mesmo ocorrendo quando surrupiam dinheiro para obras de infraestrutura. E, pior ainda, matam o futuro desviando recursos para a Educação. Também promovem uma verdadeira carnificina quando impedem que chegue ao destino os recursos que deveriam ser aplicados em Segurança Pública;
  • Ainda somos obrigados a assistir, por exemplo, o ex-governador e deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) divulgando fotos comprometedoras do governador Sérgio Cabral, como se Garotinho pudesse se arvorar em arauto da moralidade política, logo ele que exerce mandato por força de liminar, pois andou sendo enquadrado da Lei da Ficha Limpa. Um autêntico 'sujo falando do esfarrapado'. O que se espera é que acima dos interesses do Governo ou corporativistas o Congresso Nacional aproveita a CPMI para se passar a limpo, pois pode estar chegando a hora do povo entender que está na hora de ser fazer uma verdadeira 'faxina' na política brasileira, que pode já começar no dia 7 de outubro, quando devemos promover uma ampla renovação nas prefeituras e câmaras municipais, mandando para casa os muitos 'fichas sujas' que proliferam em nossas cidade. A hora é essa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário