Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

21 de novembro de 2010

UPPs estão sendo como "cobertor curto"

Governador Sergio Cabral
  • Um dos principais trunfos do governador Sergio Cabral, do Rio de Janeiro, para se reeleger com considerável percentual no primeiro turno - foram 5.217. 972 votos com 66,08% - foi a implantação das Unidades de Polícia Pacificadoras, as UPPs. Diversas favelas deixaram de ser "governadas" por traficantes, passando a ter segurança quase total para os moradores com a presença constantes de policiais militares. Algumas delas, pela localização privilegiada, passaram a ser pontos obrigatórios de visitas de turistas, em especial vindos do exterior. Quase todos os dias os morros cariocas são "invadidos" por estrangeiros curiosos e conhecer aquelas comunidades, além de poderem apreciar paisagens que somente a capital do Rio de Janeiro pode proporcionar;
  • Acontece, no entanto, que a implantação das UPPs tem se mostrado como uma espécie de cobertor curto que quando cobre os pés deixa a cabeça descoberta, e vice-versa. Depois do sucesso das pacificações, tem aumentado de modo alarmante o número de "arrastões" nas ruas e estradas na parte plana da cidade, ao lado de invasões de residências, roubos de automóveis, assaltos à mão armada e outros tipos de violência urbana. Os bandidos ligados aos traficantes ficaram sem espaço nas favelas e estão procurando outras alternativas para angariarem dinheiro para seus negócios. Na Baixada Fluminense - em Duque de Caxias, São João de Meriti, Nova Iguaçu e Nilópolis -, já se observam invasões de traficantes e até alguns confrontos entre facções rivais lutando em busca de espaço para implantação de seus "negócios";
  • Os moradores tanto da Capital como estão apavorados com esse novo quadro e esperam do governador Sergio Cabral uma atitude enérgica que vise a garantia de segurança, com a implantação de UPPs em toda a Região Metropolitana. Se ocorrer omissão por  parte do Governador, certamente a resposta virá através das urnas nas eleições municipais de 2012.
  • Neste domingo (21) e hoje, novos eventos ocorreram no Rio de Janeiro, com "arrastões" e incêndios de veículos após saquearem motoristas e passageiros. Um dos casos aconteceu bem próximo ao Palácio das Laranjeiras, sede do Governo do Estado do Rio de Janeiro, que não se pronunciou a respeito. Já a Polícia Militar informar que passou a realizar rigoroso policiamento nos locais que foram alvos das ações dos bandidos, ou seja, estão colocando trancas depois das portas terem sido arrombadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário