Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

20 de novembro de 2010

Como acreditar na Justiça? [2]

Já aconteceu a indicação e nomeação por Lula de um integrante do Supremo Tribunal Federal (STF) que tinha como comprovação de seu "saber jurídico" o fato de haver sido reprovado por três em concurso para Juiz de Direito, mas que tinha a seu favor o fato de ter sido advogado pessoal do Presidente da República, bem como do PT, o que lhe proporcionou atingir aos 41 anos um cargo público, sem concurso, que lhe garante um "emprego" até os 70 anos, com aposentadoria integral, com poderes até de anular sentenças de juízes e desembargadores, que, ao contrário dele, tiveram que ser aprovados em rigorosos concursos;

Agora, quando o PMDB através de ilustres figuras como José Sarney, Renan Calheiros e outros declara apoio a um nome para a 11ª vaga no STF, aparece a notícia de que Lula já tem seu candidato, Trata-se do Advogado-Geral da União, Luís Inácio Adams, que tem como credenciais o fato de ter defendido o presidente nas ações que envolviam as numerosas multas que recebeu da Justiça Eleitoral por quebra da legislação, em especial por campanha eleitoral antecipada, multas essas que receberam de Lula bastante deboche. Com isso, o STF passaria a ter simplesmente oito de seus onze integrantes indicados e nomeados pelo Presidente da República, cujos critérios para indicação nem sempre foram ao "notável saber jurídico" do seu indicado;

Quem quiser que confie na Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário