Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

26 de março de 2010

Bolsa Copa é assunto para a CBF

Me considero um desportista no sentido real da palavra. Tenho TV por assinatura e na maior parte dos dias o receptor está sintonizado num dos canais de esportes. Assistimos até curling nas Olimpíadas de Inverno e badmington nos Jogos Olímpicos. Mas o futebol certamente é o carro chefe. Na minha casa tem gente assistindo jogos desde os campeonatos regionais até Copa do Mundo, passando pelos campeonatos da Itália, Espanha, Portugal, França, Rússia e o que mais aparecer. No entanto, não há como concordarmos com mais esse pacote de bondades do Lula, que é a Bolsa Copa, destinada a premiar campeões mundiais de futebol das copas de 1958,1962 e 1970;

Já começa aí um discriminação. Qual a razão de ficarem de fora os campeões de 1994 e 2002? Todos são tão campeões como os outros. Acontece que em verdade não tem nenhum cabimento esse privilégio para os campeões de futebol. E os campeões mundiais de outras modalidades, como ficam? Se entre os campeões das três primeiras copas há jogadores em dificuldades financeiras ou doentes ou, no caso dos já falecidos, se há familiares também passando necessidades, não cabe a eles serem ajudados com dinheiro público, coincidentemente em ano de eleições;

Talvez muita gente não saiba, mas uma das entidades brasileiras de maior poderia financeira é exatamente a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que acumula fortuna arrecadando dinheiro, por exemplo, de todas as rendas de jogos de futebol promovidos por ela, pelas federações estaduais e pelas ligas municipais. Então, eis de onde deveria estar saindo a ajuda aos campeões ou não, em especial aqueles que jogaram na Seleção Brasileira, prestando serviços à CBF;

Vê-se, claramente, que o projeto de Lula nada mais é do que fazer média com a torcida brasileira, numa autêntica "jogada de arquibancada", utilizando o sentimento de pena a gratidão da "torcida" visando transformar isso em votos para sua candidata. Quando o Congresso tenta melhorar os salários dos aposentados, que crescem igual a rabo de cavalo, para baixo, Lula diz que falta dizer de onde virão os recursos. Todavia, para fazer graça eleitoreira, o dinheiro aparece;

Que alguém avise à CBF que tem campeões do mundo ou seus familiares precisando de auxílio. Dinheiro não falta por lá.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Não saia do Blog sem deixar seu comentário