Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

23 de abril de 2015

Dinheiro do povo financia estrada que serve para rota do tráfico

  • Um jornal que os petistas dizem ser integrante do PIG (Partido da Imprensa Golpista), 'O Globo', traz na página 3 a seguinte manchete: "A ESTRADA DE US$ 181 MILHÕES VIROU RODOVIA DO TRÁFICO". Como sub-título, vem: "Construída para levar equipamentos pesados ao Comperj, via facilita fluxo de armas e drogas". Certamente 'eles' vão dizer que é mentira, calúnia e tentativa de golpe;
  • Não dá nem vontade de ler a notícia completa, mas não dá também para deixar de lado e não protestar. Então, vem mais surpresa (desagradável, é claro). A estrada, com 18 quilômetros de extensão, foi projetada para ter início no pier da Praia da Beira, em Itaóca, São Gonçalo, indo até o Comperj, em Itaboraí. Pelo valor total, cada quilômetro custou 'apenas' US$ 10 milhões;
  • O custo inicial da obra foi orçado em US$ 63 milhões e 500 milhões, mas depois houve um reajuste de mais US$ 118 milhões (mais 85%), contrariando parecer do setor jurídico da estatal. A obra havia sido iniciada sem concorrência e foi distribuída entre 21 empresas, todas investigadas em processos por corrupção;
  • A história do Comperj todos conhecem. Tem reportagem todos os dias sobre dramas vividos por pessoas que acreditaram nas promessas eleitoreiras de Lula e Dilma, mas que estão desempregadas e investidores que caminham para a falência. Esse acréscimo de dinheiro foi fruto de superfaturamento para distribuição de propina para o PT e seus aliados;
  • Os traficantes agradecem aos financiadores da estrada, onde não há nenhum policiamento, podendo escoar livremente seus 'produtos'. E nós, vamos ficar calados? Será que em 2018 daremos a essa gente o direito de continuar nos fazendo de palhaço? São pouco mais de dois anos para pensar e depois, na urna (mesmo suspeita), mandá-los pra casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário