Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

11 de fevereiro de 2014

A morte de Santiago Andrade pode servir para que se mude muita coisa

Santiago Andrade: Sua morte não terá sido em vão
Parece que o ar no Brasil está ficando irrespirável. O dia de hoje foi bastante sufocante com a notícia da morte do cinegrafista Santiago Andrade, da TV Bandeirantes, vítima da ação ação desastrada de um Black Bloc, que certamente não queria matar Santiago, mas se numa manifestação contra aumento de passagens de ônibus ele aparece com um rojão e o atira em direção a uma área onde havia pessoas (cinegrafistas, policiais, trabalhadores que não estavam tentando voltar para casa, ou estudantes indo para a escola), e não sendo insano e, pior ainda, sendo adulto, é claro que sabia do resultado que poderia ocorrer com sua ação. Nada mais justo que responda pelo crime de homicídio culposo. Matou um homem de 49 anos, um chefe de família, em pleno trabalho. Aliás, se a manifestação era contra passagem de ônibus, por que realizada numa estação ferroviária? Bem ao lado está dela estava uma estação rodoviária com ônibus que saem para os mais diversos pontos do Rio de Janeiro. Nesse ponto os paulistanos estão mais 'coerentes'. Só este anos já incendiaram nada menos que 38 ônibus;

A série de desencontros de informações sobre a responsabilidade não minimiza em nada o revoltante fato que ainda ocupa bastante espaço na mídia. Os vândalos Black Blocs voltaram a agir novamente e no mesmo momento em que era anunciada a morte de Santiago Andrade. Insensibilidade total. Desde junho do ano passado, quando as manifestações que eram também contra aumento de R$ 0,20 na passagens de ônibus no Rio e São Paulo se transformaram em revolta contra principalmente o Governo e os políticos, já surgiam os Black Blocs depredando tudo, não distinguindo patrimônio público ou privado. Muita gente passou a desconfiar que eles estavam a serviço de quem era alvo dos protestos e a ação de vandalismo e violência policial, com o objetivo de desestimular o povo a sair às ruas, com medo de se tornar vítima deles e da reação da polícia. Essa desconfiança ainda existe e tem que ser investigada;

Enquanto isso, vemos o ex-presidente Lula desqualificando ministros do Superior Tribunal Federal (STF). Dizem que é pelo boato de que o ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, teria feito declaração que deu margem a deduções de que poderá ser candidato à sucessão da presidente Dilma ─ Joaquim Barbosa desmente categoricamente ─, e também porque o ministro Gilmar Mendes insinuou que a bilionária chuva de doações para pagar multar de petistas condenados no processo do 'Mensalão do PT' poderá ser proveniente de lavagem de dinheiro, algo que muita gente também acha que aconteceu;

Some-se a tudo isso os apagões num momento de temperaturas altíssimas, que recebem explicações desencontradas por parte das autoridades do Governo, quando até tentam responsabilizar governos de mais de 10 anos passados. O povo vê também que pouca coisa mudou em relação ao que foi motivos dos protestos de junho de 2013, mas assiste a presidente Dilma Rousseff inaugurar um moderno porto em Cuba, obra financiada com recursos do BNDES e construída por empreiteira brasileira, conhecida doadora de dinheiro para campanhas eleitorais, ocasião em Dilma afirmou que mais dinheiro seria disponibilizado para as obras no entorno do moderno porto. Acrescente-se a isso o anúncio da construção de um moderno aeroporto em Havana, numa hora em que sabe que alguns do Brasil não ficarão prontos no tempo certo para atender o Padrão Fifa com vistas à Copa do Mundo;

Tudo é de se lamentar, mas o ponto maior fica por conta da insensibilidade de muitos com relação a uma família enlutada, vítima de atitude descabida praticada por quem precisa ser devidamente castigado, na forma da lei. Espera-se que aquela ministra dos Direitos Humanos não apareça solidária com o assassino nem chore ao vê-lo indo para atrás das grades. Que Deus dê conforto à família de Santiago Andrade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário