Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

18 de julho de 2012

Escolher mal prefeitos e vereadores é prejuízo que dura quatro anos

  • Aproximam-se as eleições de 7 de outubro e é preciso que os eleitores atentem para o fato de que as mesmas são de grande importância para cada um deles e seus familiares. Afinal, os cidadãos mais do que morarem num país ou num estado, na verdade residem é num município. Portanto, a escolha de prefeito e vereadores é de por demais relevante, uma vez que estarão sendo escolhidos aqueles que vão gerir os destinos da cidade - os prefeito - e os que vão legislar e fiscalizar as atividades dos chefes de Executivos - os vereadores. Muitas vezes uma escolha mal feita traz irreparáveis prejuízos para a comunidade, mas quatro anos depois, quando há uma chance de mudança o eleitorado reconduz aos cargos aqueles que nada fizerem em prol da comunidade;
  • É necessário que os eleitores de cada cidade observem que os impostos que são obrigados a pagar (Imposto sobre a Propriedade Territorial Urbana, o IPTU, e o Imposto Sobre Serviços, o ISS) têm que ser revertidos principalmente na qualidade dos serviços públicos. O que se vê na maioria dos municípios são os péssimos serviços de Saúde, as escolas públicas com falta de vagas e com ensino de qualidade por demais questionada, além de coleta de lixo deixando sempre a desejar. Mesmo quando uma administração não promove nenhuma melhoria nesses serviços, os eleitores se esquecem e dão ao mal prefeito mais quatro anos para nada melhorem em relação aos mesmos;
  •  Por sua vez, os vereadores muito pouco legislam criando leis que beneficiem a população local, muito menos fiscalizam a má qualidade dos serviços públicos e até mesmo os casos de cobrança de propinas para a liberação de alguma decisão do Poder Executivo local. Muitas vezes tornam-se coniventes e se beneficiam desses atos ilegais. Mas os eleitores da mesma forma os reconduzem para o exercício de mais um mandato para nada fazerem em benefício da comunidade local. Dessa forma, vê-se que a própria população acaba também sendo conivente com o mal estado de sua cidade. às vezes surge um candidato com boas ideias para a cidade, mas por falta de recursos financeiros as mesmas não chegam ao conhecimento da população, que perde uma boa oportunidade de eleger um prefeito que certamente traria mais benefícios para sua cidade;
  • Face a todos esses fatos, há bastante tempo para os eleitores fazerem suas escolhas olhando com mais atenção para as propostas dos candidatos e também para as promessas de campanha não cumpridas pelos que estejam em exercício de mandato e principalmente para o fato de que eles sequer tentaram de alguma forma por em prática aqueles projetos que utilizaram como plataforma para convencer os eleitores neles votarem. Muita atenção, então, na hora de escolher é o que deve observar os eleitores. Votando errado, terão quatro anos para se arrepender.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário