Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

16 de junho de 2016

O Brasil precisa de algum novo nome para presidir a República

Oito especialistas escreveram artigos na edição de hoje de 'O Globo' avaliando o impacto das afirmações do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, envolvem o presidente Michel Temer e outras figuras de ponta de vários partidos (PT, PMDB, PP e PSDB, dentre outros). A 'metralhadora' dele parece estar fazendo um efeito devastador. É como se todo mundo saísse correndo para não se atingido pelas balas, porém todos correndo perigo de serem alvejados. Os artigos são de Carlos Pereira, cientista oolítico e pesquisador da Fundação Getúlio Vargas (FGV-Rio); Felipe Borba, cientista político e professor da UNIRIO; Carlos Ranulfo, cientista político e professor da UFMG; Paulo Baía, cientista político e professor da UFRJ; Micael Mohallem; cientista político e professor da FGV-Rio; Antonio Testa, cientista político e professor da UNB; José Álvaro Moisés, cientista politico e professor da USP; e Rubens Figueiredo, cientista político e diretor-geral do CEPAC;

Como se vê, são pessoas que entendem do assunto. Em sua quase totalidade, esses especialistas condenam a ideia de uma eleição antecipada para escolha de um novo presidente da República. Primeiramente, pela ausência de um nome que empolgue o eleitorado. Depois, seria necessário que Dilma renunciasse, mas teria que Temer também concordasse, pois é dele o direito constitucional de substituir a presidente nos seus impedimentos (o que faz agora) e sucedê-la no caso de vaga (o que ocorreria  se ela renunciasse, isso ainda em 2016. Se essa vacância dupla acontecer em 2017, caberia ao Congresso Nacional preencher a vaga em eleição indireta, mas o prestígio dos nossos parlamentares está em grande baixa junto à opinião pública;

Face a tudo isso, dizem vários desses cientistas políticos e professores que dificilmente aparecerá um dos atuais políticos, coo por exemplo Cristóvão Buarque, não é de se estranhar que já exista gente especulando os nomes do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, e até do juiz Sérgio Moro, comandante da Operação Lava-Jato, que já mandou para atrás das grades alguns figurões do PT. O melhor, então, é esperar 2018 e torcer para que surja, além dos citados acima, alguém que não ser arvore em salvador da pátria, até porque o próprio Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não tem meios para organizar uma eleição presidencial misturando-a com as eleições municipais, faltando inclusive recursos financeiros para isso e até para a aquisição de novas urnas eletrônicas e conserto de muitas que estão com defeito. 

Um comentário:

  1. Joaquim Barbosa?????? Esse cara acovardou-se e anda falando tremendas imbecilidades ultimamente. Botar um juiz do STF pra governar o pais????

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário