Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

3 de julho de 2015

Delação de Ricardo Pessoa tonteia Dilma Rousseff e Lula

  • "Dilma está mais perdida do que amendoim em boca de banguela". Li essa frase hoje num comentário que uma pessoa fez sobre a reação da presidente às declarações de Ricardo Pessoa, presidente da UTC, que afirmou ter destinado dinheiro de propina da Petrobras para a campanha da reeleição de Dilma Rousseff. Ela foi enfática ao comparar o empresário com Joaquim Silvério dos Reis, que teria traído Tiradentes na Inconfidência Mineira;
  • "Não respeito delator" foi a mais forte afirmação da presidente, feita de cara amarrada (algo muito comum da parte dela) tentando rebater a acusação de que sua campanha teve uma grave irregularidade que poderia provocar até a anulação da eleição dela. Segundo os comentários publicados hoje, por trás da irritação de Dilma estaria uma espécie de traição do empresário, que deu a entender que 'livraria a cara' dela em seu depoimento, mas que agiu de modo diferente;
  • Outra reação descabida aconteceu da parte de Lula,que se mostrou irritado com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que não impediu a Polícia Federal, subordinada hierarquicamente a ele, de levar adiante a investigação, dando suporte ao Ministério Público Federal (MPF), que poderá criar sérios problemas ao Governo, e em particular à presidente. Isso é mais uma 'metamorfose' de Lula, que sempre divulgou ser seu governo o primeiro a dar total liberdade de ação àqueles órgãos;
  • No final disso tudo, resta-nos aguardar os desdobramentos da Operação Lava-Jato, até porque a Procuradoria Geral da República (PGU) encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) nada menos que 30 petições baseadas na delação premiada de Ricardo Pessoa. Certamente, Dilma e Lula irão falar muita coisa no decorrer dessa nova fase de investigação do 'Petrolão'.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário