Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

23 de janeiro de 2014

Ônibus aumentam tarifa e Cabral os 'castiga' com redução de 50% no IPVA

Janeiro ainda não acabou, mas o governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral (PMDB), é sério candidato ao título de cara-de-pau do ano. A concessão de uma redução de 50% no IPVA dos ônibus, depois que houve um aumento das tarifas não anunciado, é de uma desfaçatez sem tamanho. Isso sob a alegação... Não tem nada que justifique tal benesse. Somente uma pode ser detetada: as contribuições das empresas para as campanhas eleitorais de Cabral e dos candidatos que ele apoia, incluindo-se aí, em 2014, a de Dilma Rousseff à reeleição, cujo Governo nada diz sobre o assunto, pois o apoio do governador fluminense à candidatura da petista, em 2010, redeu-lhe expressiva votação, por sinal uma das maiores do País. Somente isso;

Mas para Cabral isso não é quase nada. Para quem já protagonizou a famosa 'dança dos guardanapos' num restaurante em Paris, tendo como companhia nada menos que Fernando Cavendish, então presidente da famosa empresa Delta, e para quem se utilizava de sete helicópteros do Estado para passar fins de semana com a família, empregados domésticos e até o cachorrinho na sua casa de praia em Mangaratiba, tudo isso é muito pouco. Essa 'ajudazinha' aos empresários de ônibus também fica sob suspeita quando se diz que o maior empresário do setor seria o pai de sus mulher, ou seja, um quase parente e contribui fortemente com altos valores para suas campanhas. Por sua vez, a mulher de Cabral integra um escritório de advocacia que defende na Justiça os interesses 'coincidentemente' das empresas de transportes do Rio de Janeiro;

Depois de oito anos de mandato, Sergio Cabral anuncia que vai concorrer a uma vaga de senador e com muita antecedência lançou à sua sucessão seu vice Pezão, que, sem trocadilho, vem se mostrando muito pesado nas pesquisas de intenção de voto, com índices de apenas um dígito. Apostando na força do PT e no seu carisma, o senador petista Lindberg Farias se lançou ao Governo, mas Cabral insiste com seu candidato e tem coagido Dilma a mandar o jovem senador sair da raia e apoiar Pezão. Acontece que Lula estimula Lindberg a manter-se na disputa, apesar de também 'patinar' nas pesquisas com índices de um dígito;

Acredita-se, então, que Sergio Cabral aposta que seu potencial de votos poderá fazer com que a candidatura de Pezão finalmente decole. Só que desde as manifestações na ruas em junho do ano passado apontaram uma queda violenta da aprovação de Cabral, parecendo até o momento não ser a pessoas mais indicada para oferecer apoio a quem quer que seja. No momento, nem Dilma nem Pezão podem contar com ele para obterem expressiva votação dos eleitores fluminenses. Essas pesquisas apontam uma forte disputa entre o deputado federal Anthony Garotinho e o senador Marcelo Crivela, além de outros à frente da dupla palaciana. Seja como for, Sergio Cabral demonstrou não ser bobo, porque sua 'colaboração' para os empresários dos ônibus poderá render um excelente 'pé-de-meia' para sua campanha para o Senado;

E o povo, como fica nessa história toda? O povo? Sergio Cabral e Cia. pouco estão 'se lixando' para o povo. O lema deles é o tradicional "Farinha pouca? Meu pirão primeiro". Ou aquele personagem do saudoso Chico Anísio, o 'Justo Veríssimo', que tinha um célebre bordão: "Eu quero que o povo se exploda!"

Um comentário:

  1. Entre pezao e lindenberg meu coração vacila, coitado do rio de janeiro se for so essa opção, e por essas e outras que o congresso deve ser fechado e mandar para casa essa maldição de políticos de guardanapos. Que m.......erdia continuo achando que devemos nos unir para acabar com tanto partido politico, acabar com tanta marquetagem. O pmdbesta não disse a que veio, vice pífio que não emite nenhum parecer. 2 casa do congresso chefiadas pelos demagogos de pmdb, numero de aliados grande, mas aliados do poder não interessa que direção tomem. Vejamos bem pais de terceiro mundo com autoridades que não trabalham e estão de quatro dizendo amem a tudo que o pt acena para se manterem no poder. Como pode um partido receber de bandeja as duas casas do congresso. Esse e o pt faz qualquer
    coisa pelo poder. Enquanto isso o boquirroto fica sempre soltando suas mentiras aos quatro ventos para eternizar o poste. O poste não nada qualquer m.........erda ela sai correndo para ser ajudada pelo boquirroto. Coitado do Brasil vinte anos perdidos. petesada, pmdbesada e psdebesada fazendo o brasil parar e o resto do mundo andando. Nunca deixaremos de ser pobres e muito menos de ser do terceiro mundo enquanto esses políticos de m........erdas não foram mandados para cuba, Venezuela, e afins que e os paraísos fiscais onde estão escondendo o dinheiro dos brasileiros para poder financiar a finalidade de ficar no poder para sempre. Viva o pais do faz de conta. Faz de conta que trabalho, vcs fazem de conta que acreditam e assim vamos vivendo e pagando a conta que cada vez esta mais salgada. E salve pais do terceiro mundo. Nunca termos direito a nada vinda desse povinho ridículo que so pensa no poder pelo poder.

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário