Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

12 de janeiro de 2013

Lula dá uma de 'Presidente do B' e convoca Dilma Rousseff para reunião

Lula vai chamar Dilma e fazer cobranças
  • A notícia está no site da 'Folha de São Paulo' e repercutindo na Internet, principalmente através de blogs, Facebook e Twitter, informando que o ex-presidente Lula tem demonstrado preocupação com o desempenho da presidente Dilma Rousseff, que poderá ter reflexos negativos no projeto de poder do PT. Para discutir a situação, Lula marcou uma reunião com a presidente para a segunda quinzena deste mês. Segundo avaliação dele, Dilma precisa "destravar" sua administração, entre outras razões, para segurar sua alta popularidade em um ano desafiador como 2013;
  • É interessante lembrar que Lula criticava Fernando Henrique Cardoso quando este fazia qualquer tipo de crítica à administração do petista, que aconselhava FHC a assumir uma posição de 'ex', não dando palpites no governo no qual ela não mais estava. No caso atual, prevalece o velho ditado que dizia: 'Farinha pouca? Meu pirão primeiro!'. Afinal, qual a função de Lula no Governo de Dilma? Ao que se sabe, nenhuma. No entanto, essa atitude de cobrança não é nada menos do que a continuidade da algo que sempre aconteceu nesses dois anos de governo dela, que é ir sempre a São Paulo trocar ideias e ouvir 'conselhos' de quem 'inventou' a candidatura dela, mesmo contra a vontade de petistas históricos. A aposta de Lula deu certo e ele se acha 'dono' de sua criatura;
  • A notícia da 'Folha' informa que no fim do ano passado, o ex-presidente foi procurado por empresários, banqueiros, políticos e líderes de movimentos sociais, que se queixaram do estilo "centralizador" e "pouco acessível" da presidente. Além das queixas já tradicionais sobre o "estilo Dilma", desta vez Lula ouviu e concordou ao menos em parte com reclamações diversas: falta de interlocução, excesso de centralização e, para alguns, o intervencionismo da União na economia, este reforçado no ano passado com medidas no setor elétrico. Para comprovar a preocupação de Lula, este tem tem repetido que o terceiro ano do mandatário é o mais crucial, principalmente no caso de um candidato à reeleição, algo que em princípio ainda está programado;
  • A nova reunião está prevista para a segunda quinzena de janeiro, provavelmente entre os dias 18 e 20 deste mês. Haverá, ainda, a pré-definição de uma agenda de viagens presidenciais para dar visibilidade às ações do governo. A proposta embute a avaliação, também crítica no PT, de que Dilma saiu pouco do Planalto nos dois primeiros anos e de que este é um governo que não se comunica ou define uma marca. Enquanto isso, os problemas se avolumam na área econômica e energética, como a dificuldade de cumprir a promessa feita na TV de reduzir a conta de luz com os reservatórios das hidrelétricas em níveis baixos;
  • Na política, a avaliação de petistas é a de que é preciso se aproximar mais da base de sustentação no Congresso para tentar evitar uma divisão dos partidos da 'base aliada' com alguns adversários do PT em 2014. Uma das grandes preocupações dos petistas é o governador Eduardo Campos (PSB-PE), que tem sido uma especie de ímã entre os que estão decepcionados com o estilo Dilma.

3 comentários:

  1. e´eum filha da puta,safado,ladrão,vagabundo..DEFUNTUS SEBENTUS LULATUS DA ÇILVA..vai pra puta que te pariu,,,bicho escroto..

    ResponderExcluir
  2. Cara Presidenta Dilma, uma pergunta que não quer se calar:
    Quem é que governa esse país e´a Vossa Excelência ou é o ex-Presidente Lula? Até entendemos esse gesto de gratidão que Vossa Excelência tem para com o ele, só que isso já foi longe demais! Será que os ministros que o Lula indicou para a gestão da senhora, os quais a maioria caíram praticamente todos não serviu como lição para alguma coisa?
    Nós, o povo brasileiro não reelegemos Vossa Excelência pra o Lula governar, dá palpites, etc. Até porque ele não está com essa moral toda assim, e os esforços do ministro revisor Sr.Ricardo Lewandowski numas manobras para blindar a imagem do ex-Presidente Lula no caso do MENSALÃO não tenha surtido efeito, para alegria da sociedade com sede de justiça, o que prevaleceu mesmo foram os esforços do ministro relator o Sr.Joaquim Barbosa, ainda bem, graças a Deus, foi melhor assim! Só o futuro dirá que tipo de interesse há por trás de todas essas manobras do Sr.Lewndowski em blindar a imagem do Lula e dos demais integrantes do escândalo do MENSALÃO.

    ResponderExcluir

Não saia do Blog sem deixar seu comentário