Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

9 de fevereiro de 2012

Metamorfose do PT faz Dilma privatizar três aeroportos

  • Nas campanhas eleitorais de Lula e na de Dilma Rousseff, as privatizações realizadas durante os mandatos de Fernando Henrique Cardoso foram por demais satanizadas. Os radicais do PT espalhavam que os candidatos do PSDB, se eleitos, promoveriam outras privatizações de estatais, vendendo o patrimônio do Brasil para grupos estrangeiros, incluindo entre elas a Petrobras. Por mais de Geraldo Alkimin e José Serra protestassem afirmando que tal projeto não passava pelos planos deles, tanto Lula como Dilma continuaram batendo na mesma tecla. Agora, no terceiro mandato consecutivo dos petistas, três dos principais aeroportos acabam de ser privatizados. Qual a reação dos radicais? Será que agora são favoráveis? Os aeroportos de Guarulhos, Brasília e Viracopos vão custar aos investidores a importância R$ 25 bilhões e 400 milhões, com a obrigação de deixá-los nas melhores condições possíveis de utilização na Copa do Mundo de 2014. Esse dinheiro vai ser aplicado pelo Governo em quais setores? Saneamento básico? Segurança? Saúde? Transportes rodoviários? Ao que se sabe, não há nenhum projeto estabelecido;
  • Já definida a privatização dos três Aeroportos, fica uma indagação. Será que o governo de Dilma Rousseff ao contrariar seus companheiros xiitas do PT quis fazer a coisa de modo parcelado ou o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro está pronto para a Copa de 2014? Pelo que se tem visto, no momento o Tom Jobim está sendo um dos piores do Brasil em qualidade. Ou o Governo acha que ele, ao contrário, é um dos melhores do mundo? Nada a se estranhar se pensarem assim, pois um dia Lula disse que o sistema de Saúde do Brasil é um dos melhores da Terra. Por que não um aeroporto que está todo sucateado, com elevadores sem funcionar, escadas rolantes também, além de banheiros e outros setores? Tudo está parecido com o tradicional 'Samba do Crioulo Doido', histórica criação do saudoso Stanislau Ponte Preta, um dos maiores críticos da política nacional em décadas passadas;
  • As privatizações do PT têm uma estranha característica. Os investidores pagarão os tais 25 bilhões, mas terão 80% das obras financiadas com recursos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ou seja, com dinheiro do contribuinte, que também certamente vai ser 'premiado' com reajuste de passagens áreas e de taxa de embarque nos três aeroportos privatizados. Essa está difícil de se entender! E há que se lembrar também que as recentes privatizações não são as primeiras promovidas pelo governo petista. A Petrobras e outras estatais já foram há muito tempo 'privatizadas', a partir do momento que Lula as encheu de 'companheiros', que têm nelas um excelente cabide de emprego para se acomodarem depois de tantos anos de luta para chegarem ao Poder;
  • Não se faz aqui nenhuma crítica às privatizações, pois o Governo não existe para gerir grandes empresas. O ideal é que ele cuide essencialmente da Educação, da Saúde e da Infraestrutura, deixando ao setor privado a tarefa de gerir e produzir os negócios de cada empresa. O País só teria a lucrar, aumento a possibilidade de seu desenvolvimento. A iniciativa privada provou que tem interesse em investir. No caso dos aeroportos, já é hora da população deixar de ser tão pessimamente atendida pela Infraero, logo agora que, segundo alardeia o Governo, está com maior poder aquisitivo e, como consequência, está podendo viajar mais;
  • Com toda esquisitice do tal financiamento de 80% a ser feito pelo BNDES, as privatizações não deixam de ser bem vindas. A privatização do setor de telecomunicação feita por FHC, por exemplo, serve de prova de sucesso da iniciativa. Num país com mais de 180 milhões de habitantes existem cerca de 200 milhões de celulares. Não há como deixar de parabenizar o PT pelo seu ingresso no clube dos privativistas. Como Lula disse um dia, o PT também passa a ser uma constante metamorfose.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário