Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

23 de maio de 2016

Os petistas hoje só torcem pelo 'quanto pior, melhor'

Em mais um show de suas históricas incoerências, o PT anuncia que vai infernizar o governo de Michel Temer, que não vai deixá-lo em paz. Sempre acusaram a oposição de aplicar a regra do "quanto pior, melhor", mas agora fazem a mesma coisa visando as eleições de 2018, quando se apresentariam como salvadores da pátria diante de um possível fracasso do governo. O PT é especializado em fazer oposição através de anarquia, arruaças, depredações, invasões e outros modos de contestação através dos chamados "movimentos sociais", nunca pensando no bem da população, sempre de olho nas eleições seguintes, dentro do projeto petista de perpetuação no poder. A ideia do PT pode não dar certo. O povo já demonstrou, tanto nas ruas como através de pesquisas, que não quer quer mais ver no Governo o sistema petista de aparelhamento de todos os órgãos públicos e muito menos a corrupção desenfreada e o enriquecimento dos governistas, e menos ainda a destruição de empresas estatais, como aconteceu principalmente com a Petrobras;

O pensamento da maioria está voltado para a recessão que provocou o desemprego de 11 milhões de brasileiros. Quem tem bom senso ou não é fanático pelo PT ou está levando algum tipo de vantagem torce para que o país retorne ao crescimento e saia de uma vez da crise econômica em que se encontra. Não se justifica esse revanchismo apregoado pelos líderes petistas. O correto é torcer para que o novo Governo acerte e que possamos nos esquecer dos 13 anos em que colocaram o Brasil nos piores índices financeiros de todos os tempos. Aqueles que ainda dispõem de um trabalho para sobrevive não querem ser vítimas de bloqueios de ruas e estradas feios por vagabundos que se intitulam trabalhadores. Michel Temer pode não ser o que de melhor tenhamos para dirigir o país, mas é o que temos no momento. Em 2018 teremos oportunidade para entregar o país nas mãos de quem pense no bem estar do povo e não nas suas contas bancárias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário