Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

27 de maio de 2016

Delações premiadas e gravações vazadas tonteiam políticos

Todas as gravações de conversas com políticos divulgadas pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, nos levam a agradecer o surgimento no cenário nacional de um xará do delator que está causando um verdadeiro rebuliço entre políticos de vários partidos, o juiz Sérgio Moro, comandante da Opeação Lava-Jato. as conversas entre Sérgio Machado e o ex-presidente José Sarney, o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros e a ainda presidente Dilma Rousseff mostram que o trabalho da "República de Curitiba" causa terror em todos eles, tal o volume de "malfeitos" que praticaram, especialmente as propinas de dinheiro desviado da Petrobras para financiar suas campanhas eleitorais. O desespero maior fica por conta da próxima delação premiada de Marcelo Odebrecht, que vai envolver mais gente e também agravar os que já estão sendo acusados de tentativa de travar a Lava-Jato;

O que nos dá algum ânimo e saber que existem as exceções, ou sejam, políticos que não se venderam ou tenham participado de acordos escusos. As reações de Sérgio Moro e de membros do Ministério Público Federal (MP) certamente servirão de alerta aos praticantes de falcatruas, que vão pensar duas vezes antes de roubarem dinheiro público. A grande maioria da população deseja que os trabalhos da Operação Lava-Jato continuem não sofrendo qualquer tipo de interferência. Chega a ser risível que José Sarney lamente que conversar privadas venham ao conhecimento público. Realmente, a ninguém interessa o que os políticos fazem nas suas vidas privadas, mas sim sobre o que na vida privada fazem na vida pública. O que se espera é que os ministros do Supremo Trobunal Federal (STF) reajam com a mesma veemência às declarações dando conta de alguém teria acesso a integrantes da nossa Corte maior para travar a Lava-Jato e livrá-los do juiz Sérgio Moro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário