Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

21 de setembro de 2012

Mensalão do PT: Resultados do julgamento fazem 'base aliada' atacar o STF

  • Parece que o PT e seus partidos aliados endoidaram de vez. É o que dá a entender o que os dirigentes de partidos da 'base aliada' do Governo assinarem nota defendendo o ex-presidente Lula, em resposta à declaração de partidos de oposição, que anunciaram, também por meio de nota, que pediriam ao Ministério Público Federal (MPF) investigações sobre o suposto envolvimento de Lula no 'Mensalão do PT' depois da conclusão do julgamento do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), algo de que desistiram, esperando oportunidade mais adequada. Como se recorda, o pedido da oposição seria baseado em reportagem publicada pela revista "Veja" do último fim de semana, segundo a qual o operador do mensalão, Marcos Valério, tem dito a familiares e amigos que Lula seria o "chefe" e "fiador" do suposto esquema de desvio de recursos públicos, lavagem de dinheiro e compra de apoio político no início de seu governo, entre 2003 e 2005;
  • Até aí, tudo bem, pois, afinal, foram participantes do governo de Lula e ainda participam da administração da presidente Rousseff. A nota, publicada no site do PT nacional, é assinada pelos presidentes do PT, Rui Falcão, do PSB, Eduardo Campos, do PMDB, Valdir Raupp, do PCdoB, Renato Rabelo, do PDT, Carlos Lupi e do PRB, Marcos Pereira. Para os partidos, a reportagem da revista "Veja"  tem invencionices. Dá até para se entender que os partidos de apoio ao Governo digam que a tentativa da oposição é uma “prática golpista”. Para os partidos da 'base aliada', a oposição tenta “confundir a opinião pública”. O que causa estranheza é que os partidos governistas pressionam o STF, acusando os ministros do Supremo de estarem preocupados em fazer da Ação Penal nº 470 um julgamento político, "para golpear a democracia e reverter as conquistas que marcaram a gestão do presidente Lula”, conforme afirmam;
  • Sabendo-se que o Supremo tem oito ministros 'petistas' entre os 10 que compõem a Corte, na certa os governistas foram surpreendidos com as decisões da maioria dos ministros, condenando muita gente e, o que é pior principalmente para os petistas, reconhecendo que o 'Mensalão do PT' efetivamente existiu, poi se assim não fosse tanta gente não estaria sendo condenada pela práticas de diversos 'malfeitos'. Deve estar batendo algum desespero nas hostes do PT, pois o resultado do julgamento certamente influenciará no resultado das eleições de 7 de outubro, principalmente nas grande cidades do País,nas quais candidatos a prefeito oposicionistas começam a subir nas pesquisas de intenção de voto;
  • Não foi à toa que pouco depois da nota governista, o presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE), rebateu a acusação de que a oposição tenta dar um golpe. Eis o que declarou o tucano: "Essa nota do governo não tem nada a ver com a nota dos partidos de oposição, mas sim com as pesquisas eleitorais que estão sendo divulgadas. A constatação é de que o PT não disputa mais a liderança das eleições deste ano, mas o segundo lugar. Não ouvi ninguém defender qualquer golpe ou procedimento heterodoxo. Nossa preocupação é outra: a legalidade e as urnas", demonstrando claramente que os governistas sentiram o golpe. Se o povo brasileiro fosse tão indolente quanto parece ser o venezuelano, com certeza Lula estaria acionando a maioria que compõe a 'base aliada' para alterar a legislação vigente, como fez Hugo Chávez na Venezuela, o guru dos esquerdistas brasileiros;
  • Por aqui, o eleitor está ficando mais atento contra qualquer tentativa de mudança institucional no Brasil. Não fora assim, não leríamos notícia com a divulgada nesta semana informando que o ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do 'Mensalão do PT', que foi jantar num restaurante em Brasília, terça-feira, a foi abordado por crianças, jovens e adultos presente em busca de autógrafos, fotos e até um simples aperto de mão. Notícias como essa certamente causam arrepios na hostes governistas, sinal de que o povo está atento ao julgamento e espera severas penas para os culpados;
  • Sugiro que se leia postagem feita hoje pelo historiador, professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Carlos, bacharel e licenciado em História, mestre em Sociologia e doutor em História Marco Antonio Villa, apontando erros históricos em comparações com fatos políticos passados que constam no famigerada nota de apoio dos partidos da 'base aliada' ao ex-presidente Lula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário