Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

3 de junho de 2017

Senadora Gleisi, envolvida na Lava-Jato, é a nova presidente do PT

Há coisas que parecem que só o PT é capaz de fazer. Foi o que aconteceu hoje no 6º Congresso Nacional do partido, que elegeu hoje a líder do PT no Senado, Gleisi Hoffmann (PR) para a presidência do partido com 367 votos (69%). O senador Lindbergh Farias (RJ) ficou em segundo lugar. Gleisi presidirá o partido durante os próximos dois anos. A nova presidente do PT responde a processo da Operação Lava-Jato. Em discurso após o anúncio de sua vitória, Gleisi relembrou outros presidentes do PT, entre eles José Dirceu. Quando o nome dele foi mencionado, militantes gritaram "Dirceu, guerreiro do povo brasileiro”. Gleisi é filiada ao PT desde 1989. Ela também integrou, em 2002, a equipe de transição de governo do ex-presidente Lula, ao lado da então ministra Dilma Rousseff. Para um partido que anunciou que precisava se reformular, a eleição da senadora do Paraná não parece indicar tal renovação quando o PT está como grande número de integrantes envolvidos em vários processos, em especial na Operação Lava-Jato, com alguns deles já condenados e presos, o que pode vir a acontecer com a presidente do partido, cujo marido, ex-ministro Paulo Renato, também está indiciado em desvio de dinheiro público. Na verdade, os petistas estão um pouco desorientados a partir da solicitação do procurador-geral da República Rodrigo Janot ao juiz Sérgio Moro para que condene e mande para o xadrez o ex-presidente Lula com base na compra do tríplex do Guarujá (SP), por crimes de lavagem de dinheiro e corrupção, no esquema de cartel e propinas descoberto na Petrobras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário