Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

2 de agosto de 2016

Dilma propõe 'suicídio' a senadores, deputados e governadores

Ao que tudo indica, Dilma Rousseff perece ter desistido de sair pelo Brasil fazendo comícios para plateias de militantes repetindo a ladainha de se dizer vítima de um "golpe parlamentar". Há uma razão muito forte para tal mudança: acabou a grana. O dinheiro da "vaquinha" de origem duvidosa não existe mais, e as últimas revelações surgidas na Operação Lava-Jato e outras investigações afastaram os doadores, que entenderam não haver mais esperança de que Dilma escape do impeachment. Ela anda tão perturbada que está propondo um suicídio ao 81 senadores que vão selar o seu destino através de um documento intitulado "Carta aos Brasileiros" que está elaborando para divulgar aos país através das redes sociais, no qual sugere a convocação de um plebiscito e eleições gerais antecipadas. Com isso, um terço dos senadores (27) abririam mão se cinco anos dos mandatos que conseguiram em 2014. E não é só isso. Ela propõe também 513 deputados federias 1.030 deputados estaduais e 27 governadores abram mão dos mandatos obtidos também em 2014;

Seria mera coincidência Dilma programar para dia 24 deste mês a divulgação de sua Carta propondo uma série de suicídios em série? É que exatamente no dia 24 de agosto completam-se 62 anos do suicídio de Getúlio Vargas, que era conhecido como o "Pai dos Pobres", título dado para camuflar sua imagem de ditador que foi. A pessoa que o ex-presidente Lula intitulou como a "Mãe do PAC" para convencer os eleitores a substituí-lo, o que conseguiu, sabe que está indo para o seu final político e quer "morrer abraçada" com aquela toda gente. Uma frase do deputado Jovair Arantes, líder do PTB na Câmara, comparando o acesso dele aos quatro últimos presidentes da República, demonstra para qualquer um que Dilma Rousseff perdeu a noção das coisas: "O Fernando Henrique me recebeu três vezes em oito anos. Nos oito de Lula fui recebido uma vez. Nos cinco de Dilma, nenhuma". Em dois meses, já estive com temer cinco vezes". Ou Dilma "endoideceu", ou planeja um golpe infinitamente maior do que ela diz estar sendo vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário