Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

30 de março de 2015

A crise tem dois responsáveis diretos: Lula e Dilma Rousseff

  • Está ficando cada vez mais difícil aturar o autêntico turbilhão de revelações sobre falcatruas praticadas por 'operadores' de propinas da Petrobras destinadas a partidos que apoiam o Governo, transformadas em doações de campanha. Apesar das claras evidências detectadas pela Operação Lava-Jato, todos os acusados e já indiciados negam, como é normal aos criminosos até que sejam condenados;
  • Se formos olhar com mais atenção, veremos que toda a crise tem uma causa e também seus responsáveis. Quem indicou os diretores e os conselheiros da estatal que no mínimo ficaram omissos enquanto os desvios de dinheiro público aconteciam? O principal responsável é, sem dúvida, o ex-presidente Lula. É impossível crer que ele de nada soubesse sobre o quê acontecia na maior empresa do país;
  • Não dá também para isentar a presidente Dilma Rousseff, na época ministra de Minas e Energia, chefe da Casa Civil e presidente do Conselho de Administração da Petrobras. Tanto ela quanto Lula com certeza cometeram crime de responsabilidade pelo prejuízo dado não só à estatal como também ao país. Se Dilma vai responder agora ou quando sair da presidência é outro assunto;
  • E o pior é que a conta está sendo cobrada aos contribuintes, que somos nós, em especial com os aumentos nas tarifas de combustível e de energia elétrica. Tais aumentos provocam um 'efeito dominó' na economia com reflexos principalmente no bolso das classes de menor poder aquisitivo. É só ir ao supermercado;
  • Depois ficam fazendo 'cara de paisagem' buscando explicações para entender por quê milhões de pessoas foram às ruas para protestar contra o Governo e por qual razão a popularidade de Dilma cresce igual a rabo de cavalo, sempre para baixo a cada pesquisa semanal. Enfim, sabemos de quem cobrar por tudo isso. É o que veremos nas manifestações do dia 12 de abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário