Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

12 de dezembro de 2010

O 'poste' tem luz própria ou Lula é quem manda?

Este blog já fez referência a Mário Lima, um eterno candidato a vereador em Nilópolis (RJ) que tem mania de espalhar pequenas placas pela cidade com algumas frases que são bastante comentadas, muitas vezes até pela originalidade e criatividade do texto. Pouco antes do primeiro turno da eleição ele lançou em uma de suas placas a seguinte frase: "Dilma não é Lula e Serra não é FHC". Por duas vezes essa frase foi abordada aqui como se a mesma estivesse correta. No entanto, vê-se agora que Mário Lima errou. Na formação do futuro ministério de Dilma Rousseff, quem está dando as cartas é Lula. Logo, nosso frasista pode muito bem fazer uma de suas placas com os seguintes dizeres: "Lula é Dilma";

O que se tem visto nos últimos dias é o atual presidente indicando ministros e também tendo vários dos atuais sendo mantidos ou remanejados. Até sobre pronunciamentos da futura presidente ele tem feito comentários, culminando com a contestação a uma declaração de Guido Mantega sobre redução de recursos para o PAC na ano que vem, com Lula desmentindo o ministro e afirmando que isso não vai acontecer. Se não bastasse os partidos aliados que demonstram uma gana sem precedentes em busca de ministérios como cotas a que tenham direito, com o PMDB como expressão máxima, Dilma Rousseff ainda tem que aturar Lula a toda hora dando "pitacos" na formação do ministério;

Tudo isso é uma clara demonstração de que Lula vai cobrar muito de Dilma por ter patrocinado sua candidatura vitoriosa, fato que, segundo especialistas, só aconteceu por conta do prestígio que o presidente tem junto ao eleitorado, ao ponto de eleger um "poste", como diziam os adversários da candidata oficial. Acontece, porém, que Dilma parece demonstrar desejo de que o tal poste tenha luz própria, algo que parece não ser o desejo de Lula, indicando que ele pretende ficar de 2011 a 2014 no palanque, como fez nos últimos oito anos, pensando seriamente em retornar ao Poder. Resta saber se Dilma vai encarar seu criador ou vai apagar a imagem que muita gente teve dela de que se tratava da 'mulher do Lula', submissa como nos velhos tempos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário