Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

4 de fevereiro de 2010

Lula escancara pré-campanha de Dilma

A notícia está no site de ”O Globo”: O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira que os partidos de oposição "podem tirar o cavalinho da chuva" se pensam que ele ficará parado em Brasília, após sofrer uma crise de hipertensão, na semana passada. Durante a inauguração do Gasoduto Cabiúnas-Reduc, em Duque de Caxias, no Rio, Lula afirmou que vai inaugurar tanta obra que seus críticos "vão ficar doidos". O presidente só lamentou, no entanto, que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, não possa participar de todos os eventos ao longo de 2010, já que deve deixar o governo até o início de abril para concorrer à Presidência da República:


Se isso não é discurso de campanha, não se sabe mais o que seria. A candidata de Lula nos últimos quatro meses compareceu a quase 50 eventos em vários Estados, inaugurando ou visitando obras do Governo, sob a alegação de que ela é a comandante de tudo o que o Governo está fazendo. Até que fosse, embora as atribuições do Ministério da Casa Civil sejam mais burocráticas do que executivas. O que acontece, no entanto, é que os discursos em cada evento são do teor deste último de Lula, ou seja, de modo quase direto pedindo votos para sua candidata;


Mais uma vez fica comprovado o discurso de campanha eleitoral, fazendo com que o DEM e o PSDB a questionassem na Justiça Eleitoral a campanha antecipada, proibida pela legislação vigente. Em defesa do presidente e da ministra, o Advogado-Geral da União alegou, ente outras coisas, que a ministra não é ainda candidata. Realmente, não há candidato nenhum no Brasil hoje, pois ainda não houve as convenções. Há poucos dias Lula e Dilma estiveram em Pernambuco em eventos de "inaugurações", quando seus discursos foram tão explícitos que levaram o partidárias para escolha de quem vai concorrer na eleições deste ano. Todavia, o argumento da não-candidatura é até para se fazer rir;


O que vem ocorrendo é que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem sido muito camarada com Lula, pois há tempos que ele anda com Dilma a tiracolo tentando fazê-la conhecida, pois é caloura em eleições, no afã de elegê-la como sua sucessora. Mas o pior está no rigor que o TSE tem tido com quem andou infringindo a Lei Eleitoral, até com algumas cassações de mandatos já em fase de conclusão. Todavia, quase sempre as queixas contra Lula sõa arquivadas, ao ponto do presidente do Superior Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, pedir coerência ao TSE ao julgar casos idênticos de descumprimento da legislação eleitoral, ao contrário do que vem ocorrendo com relação ao presidente da República.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário