Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

9 de fevereiro de 2010

FHC esquenta a pré-campanha eleitoral

A pré-campanha eleitoral com vistas à sucessão presidencial parece que vai ter bastante diferença em relação às duas últimas. Além do esforço de Lula para tentar eleger sua ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, acaba de entrar no jogo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso que parece ter aceitado o desafio de mostrar ao País as comparações entre os seus dois mandatos e os do atual mandatário. E FHC está indo mais além, chegando ao ponto de chamar Lula de "ventríloco" de sua candidata;

Como todo mundo sabe, Dilma nunca enfrentou uma eleição e começa logo pela busca do mais alto cargo do País. O candidato virtual de FHC é, sem dúvida, José Serra, governador de São Paulo e com algumas experiência em pelo menos dois ministérios. Já Dilma Rousseff, além de algum cargo em nível estadual, foi ministra de Minas e Energia, numa composição com o PDT, partido ao qual ela era vinculada. Daí muitos petistas até hoje não terem digerido sua candidatura, imposta de goela a dentro por Lula ao PT, depois que ela substituiu Zé Dirceu na Casa Civil;

A forma como a campanha vai se desenvolver, com os governistas querendo transformar a sucessão num autêntico plebiscito sobre quem foi melhor, se FHC ou Lula, é que vai torná-la diferente das anteriores. O que vai ser necessário é que os dois representantes dos dois presidentes, Serra e Dilma, consigam pelo mostrar ao eleitor o que têm para apresentar ao eleitor em termos de futuro do Brasil. Ainda falta saber qual serão as atuações de Ciro Gomes e Marina da Silva, pré-candidatos que não podem ser menosprezados no que se refere a divisão de votos. Um e outro podem tanto provocar um segundo turno como serem decisivos nele;

Mas há algo que intriga muita gente. O deputado cassado José Dirceu deu mais uma demonstração de que tem tomado a frente em negociações e alianças do PT pelo país. O ex-chefe da Casa Civil usou seu blog para sair em defesa do governo depois do artigo dominical do ex-presidente Fernando Henrique publicado no "O Globo" e na "Folha de São Paulo" com críticas a Dilma Rousseff. Outras notícias dão conta de que Lula não quer Zé Dirceu à frente de negociações em favor de Dilma, pois sua presença poderá servir de arma para a oposição;

Interessante é ver Zé Dirceu declarar: "Então a campanha vai ser com FHC? Mas os tucanos, governadores-candidatos, Aécio Neves (MG) e José Serra (SP), não teriam como explicar? (...) O ex-presidente se sente na obrigação de defender seu governo, tão mal avaliado pelos brasileiros; (...) precisa urgentemente levantar a militância tucana e sua base social tão desmobilizada pelos escândalos do PSDB do RS, SC e SP, e de seu aliado, o DEM-Brasília";

Fica então uma indagação. Será que Zé Dirceu é a pessoa indicada para falar de escândalos e mensalões dos adversários de Dilma. Não é ele o cabeça de um grupo de 40 que respondem a processo no Supremo Tribunal Federal (STF) por conta do Mensalão do PT, enquadrados entre outras coisas por formação de quadrilha? Vê-se, portanto, que além dos adversários (Serra, Marina, Ciro) e FHC, a candidata de Lula tem "adversário" no próprio partido, pois a presença de Zé Dirceu em sua campanha certamente será um prato cheio para seus opositores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário