Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

9 de junho de 2015

Este é o meu Brasil: Não falta o que críticar. Aí estão três motivos:

  • 1 - Quem possui plano de saúde acaba de ser 'agraciado' com um absurdo reajuste de 13,5%, autorizado pela Agência Nacional de Saúde (ANS). Isso é um autêntico presente de grego, principalmente para os aposentados, que nos últimos anos vêm tendo suas pensões reajustadas sempre em índices abaixo das variações do custo de vida;
  • 2 - Uma comissão de deputados federais chefiada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, esteve em Israel esta semana. Eles se hospedaram no hotel Waldorf Astoria, o mais luxuoso de Jerusalém. Também foram à Palestina e à Rússia. Sete parlamentares levaram suas esposas. No tempo livre, todos foram às compras, fizeram passeio no Mar da Galileia e foram ao teatro assistir o Balé de Bolchoi. Sabe quem pagou por esta 'excursão'? Nós, vós, eles, os contribuintes;
  • 3 - Ultimamente, um dos assuntos mais ventilados é a PEC das Domésticas. No Brasil, cerca de 70% das empregadas domésticas trabalham sem carteira assinada. Antes da nova legislação, o patrão que assinava carteira recolhia 12% para o ISSN, e a doméstica, 8%. Havia patrões que recolhiam a parte da empregada. Com a vigência da PEC, os recolhimentos aumentaram, o patrão teve aumento de despesas, e sua empregada passou a receber menos;
  • Financiei essa 'excursão' e não posso fazer uma com minha esposa. Querem criticar mais? É muito fácil. Afinal, estamos no Brasil;
  • Aí está a lista dos 'excursionistas':
    1 - Eduardo Cunha (PMDB/RJ);
    2 - Átila Lins (PSD/AM);
    3 - Beto Mansur (PRB/SP);
    4 - Gilberto Nascimento (PSC/SP);
    5 - Leonardo Picciani (PMDB/RJ);
    6 - Bruno Araújo (PSDB/SP);
    7 - Maurício Quintella (PR/AL);
    8 - Jovair Arantes (PTB/GO);
    9 - Mendonça Filho (DEM/PE);
    10 - André Figueiredo (PDT/CE);
    11 - Artur Maia (SD/BA);
    12 - André Moura (PSC/SE);
    13 - Rubens Bruno (PPS/AL); e
    14 - Rodrigo Maia (DEM/RJ).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário