Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

Comentários sobre política brasileira e outros temas polêmicos

10 de dezembro de 2009

Lula diz que quer "tirar povo da merda"

Lula agora anda com a língua totalmente solta. Para tentar alavancar o Ibope de sua candidata, Lula não está nem aí para o que diz. Como sempre ocorre quando fala de improviso, o presidente mais uma vez falou como deveria falar um chefe de Estado e de Governo. Parece que ele quer dar a entender que esse tipo de palavreado "coloquial" pode aumentar sua popularidade, que ultrapassa do 80%, mas que ele não consegue transferir para sua candidata, que segundo as últimas pesquisas perderia para José Serra (PSDB) no primeiro turno. Lula deve achar que falando palavrões ao lado dela pode dar-lhe mais popularidade;


"Eu não quero saber se o prefeito de São Luís, João Castelo, é do PSDB, se o outro é do PFL ou se é do PT. Eu quero saber se o povo está na merda e eu quero tirar o povo da merda que ele se encontra", disse Lula durante discurso em São Luís, no Maranhão, onde assinou contratos do programa habitacional "Minha Casa, Minha Vida". Lula usou um palavrão para descrever a situação dos mais pobres do Norte e do Nordeste que não têm acesso a saneamento básico. Depois, admitiu que seria criticado por isso, mas considerou mais importante fazer a mensagem chegar aos mais necessitados;


Lula previu que seria criticado e se antecipou: "Amanhã os comentaristas dos grandes jornais vão dizer que o Lula falou um palavrão. Mas eu tenho consciência de que eles falam mais palavrão do que eu todo dia e tenho consciência de como vive o povo pobre deste país". Lula concluiu o discurso se esforçando para não declarar apoio à candidatura presidencial de Dilma. "Pode escrever e anotar: não tem volta. Quem quer que ganhe as eleições está comprometido. Nenhum doutor vai poder fazer menos do que eu fiz. Eu sei quem vai fazer muito mais, quem tem competência e no momento certo vou dizer para vocês".


A notícia completa está no site da UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia do Blog sem deixar seu comentário